Poli Networking 2020 – Abertura

Poli NetworkingO networking entre politécnicos é fundamental para a Comunidade Politécnica, com reflexos nos engenheiros formados, no mercado e até mesmo na própria Escola Politécnica. Na abertura do Poli Networking 2020 o prof. Marcelo Zuffo, titular da engenharia elétrica e coordenador do conselho da AEP, afirmou que “não dá para imaginar uma escola de engenharia sem uma articulação dos egressos”.

A pandemia, que forçou uma edição online do Poli Networking, influenciou diretamente nesta percepção, já que a mobilização da AEP entre seus associados promoveu resultados concretos em pouco tempo.

Conforme lembrou o eng. Dario Gramorelli, diretor geral da Associação, a campanha de arrecadação de computadores para estudantes da Poli, que subitamente precisaram acompanhar as aulas à distância, arrecadou máquinas novas e superou a quantidade necessária, fazendo com que pudéssemos doar computadores até para estudantes de outras unidades.

A mesma satisfação relatada pelos associados que contribuíram com os computadores pode ser notada no passo seguinte. Chamados pela diretoria da Escola para utilizar a engenharia em prol da sociedade diante da pandemia, professores se articularam para a criação do Inspire, um ventilador pulmonar mecânico de baixo custo, desenvolvido nas dependências da Poli e com apoio massivo de alunos egressos.

Além de contribuições financeiras, muitos engenheiros ofereceram materiais e instalações das próprias empresas para o desenvolvimento do projeto. Para o prof. Reinaldo Giudici, vice-diretor da Poli, esse retorno é gratificante, pois a Escola tem interesse em saber como estão os politécnicos formados e quais as áreas de atuação desses profissionais.

Essas ações emergenciais mostram, segundo o prof. Zuffo, a generosidade do engenheiro, que contribui para o aprimoramento da engenharia como um todo. Com a doação dos computadores os alunos beneficiados têm melhor qualidade de ensino e contribuindo com o desenvolvimento do Inspire a engenharia é aplicada diretamente no benefício da sociedade.

Para os participantes da live, todas as contribuições estão ligadas a uma forma de retribuição dos profissionais à instituição pública da qual receberam formação de excelência e sem custos. A Poli é peça fundamental no sucesso profissional dos politécnicos e, por mais que os recém-formados queiram um pouco de distância da instituição, depois de alguns anos de formados os valores adquiridos ao longo da graduação tornam-se mais claros e viram motivo de orgulho.

As retribuições formam uma cultura alumni já estabilizada em grandes escolas americanas e europeias. Para o prof. Zuffo a Poli vem aos poucos consolidando essa cultura entre os politécnicos, mas com suas próprias características, criando ferramentas adequadas às próprias demandas, ao invés de copiar os modelos de outras instituições.

De acordo com o prof. Giudici, a AEP é o elemento que aproxima os egressos da Poli, atuando como uma “cola” que atrai os engenheiros e os coloca em contato com as necessidades da Escola e dos atuais alunos.

Com a visão mais próxima do mercado, o eng. Dario Gramorelli, que atuou diretamente no desenvolvimento do Inspire, se surpreendeu com a capacidade de mobilização dos profissionais e com os benefícios de uma ação conjunta. Essa mesma estrutura de trabalho pode e deve ser replicada em outras ações.

O trabalho em conjunto desenvolvido pelo networking vai muito além do que é feito e desenvolvido diretamente na Escola Politécnica. Conforme lembrou o prof. Zuffo, dos dez unicórnios brasileiros, startups que possuem avaliação de preço de mercado no valor de mais de 1 bilhão de dólares, sete têm relações com a Poli.

O Poli Networking é organizado anualmente pela AEP, pois sabemos que mesmo os sucessos aparentemente individuais têm uma base coletiva. Não faltam exemplos na história da Escola de projetos e empresas que prosperaram pela união de esforços dos politécnicos diante dos desafios. O desenvolvimento da cultura alumni ainda está no começo, mas os primeiros degraus já demonstraram resultados promissores.

 

Deixe uma resposta

Não se preocupe, seu email não será publicado.

*